domingo, 7 de fevereiro de 2010

Matthew Emmanuel Macon


Matthew E. Macon


Culpado aos 14 anos de ter abusado sexualmente de uma menina com uma vara, tinha visto muita violência.

Os documentos judiciais revelam que o pai de Macon era violento e abusivo. Sua irmã mais velha foi colocada em um orfanato em 1983, depois que seu pai foi acusado de abusar sexualmente dela.

Então, com 16 anos, em uma audiência juvenil, em Ingham County 1996 , o árbitro disse que apesar de Macon estar fazendo progresso em um programa de agressores sexuais, exigiu a "vigilância" sobre ele.



"Ele é um Ofensor Sexual viciado em sê-lo", o juiz do tribunal disse sobre Macon na audiência.

A polícia diz que Macon matou pelo menos seis mulheres.

Sandra Eichorn, 64 anos, em 27 de agosto. Trabalhadora aposentada da GM. Viveu sozinha, foi encontrada espancada dentro de sua casa. (não encontrei foto dela)
 
Debra Renfors, 46 anos, ex-garota de programa. Não há informações de como ela foi encontrada.

Ruth Hallman, 76 anos, vivia sozinha e morreu em 28 de julho de 2007. Foi encontrada espancada com ferimentos graves na cabeça dentro de sua casa.
Ruth Hallman foi fotografada em torno das
17:00 do dia anterior que ela foi agredida
em sua casa. Com seu neto, Jason Wood,
que é o filho de Carol Wood, e sua filha,
Emily. Foto cedida por Carol Wood.

Karen Louise Delgado-Yates, agosto 29, 2007.
Foi encontrada dentro de sua casa por investidores que estavam procurando comprar a casa.
Ela foi levada para Sparrow Hospital, onde morreu.


 Deborah Kaye Cooke (não encontrei foto dela)
Ocupação: Garçonete; há registros de que ela havia sido garota de programa também. Tinha 36 anos, foi encontrada parcialmente nua no parque Hunter, na rua Kalamazoo, no bairro Allen, espancada na cabeça e violentada sexualmente.


Carolyn Kronenberg



O advogado de Macon, Mike O'Briant, preferiu não comentar sobre o passado de seu cliente, citando uma ordem de sigilo. Os membros da família disseram que O'Briant instruiu-os a não fazer quaisquer declarações públicas.

Macon realizou anos de tratamento para agressores sexuais, de acordo com registros do tribunal. Ele morou em pelo menos três casas para jovens delinquentes, antes de ele completar 18 anos.



Sabe-se que pelo menos uma das cinco vítimas de homicídio foram sexualmente agredidas com um pau. A polícia prendeu Macon sob as acusações de falta de atualização de seu endereço em um registro criminoso sexual.

A grande maioria dos adolescentes que cometem crimes sexuais não se tornam criminosos sexuais, estupradores em série ou mesmo assassinos em série, disse o Dr. Bob Geffner, especialista em violência sexual, que é presidente do Instituto de Violência Abuso e Trauma da Alliant International University, em San Diego.

Caminho Conturbado



O fato de Macon poder ter testemunhado e contado sobre sua irmã mais velha sendo abusada sexualmente e com sua história de atual estuprador, significa que Macon também pode ter sido abusado na juventude, Geffner disse.

"Se ninguém tratou o trauma, raiva e hostilidade", Geffner disse, "que aumenta a probabilidade de que vai sair ... A raiva torna-se agressividade e mais perigosa de se por para fora."

O tribunal ouviu detalhes registrando um caminho conturbado depois de 1983.

Macon fugiu de uma casa de assistência social em 1989. Ele era considerado um "ala tribunal delinqüente."

Também em 1989, Macon foi acusado de invadir uma loja de bicicletas Lansing e um clube de quadrinhos. Ele se declarou culpado.

Em 1992, ele foi enviado para Boys Town, uma unidade em Nebraska para crianças delinquentes.
Ficou em prisão preventiva durante anos.



Ele apareceu na corte do condado de Ingham juvenil em novembro de 1994, depois de escapar de Highfields, uma casa para jovens infratores em Condado. Ele admitiu ter pego um carro de lá, e junto com um amigo, forçou entrada em um supermercado e roubou comida, de acordo com um acordo de confissão.

Em maio de 1995, ele foi enviado para WJ Maxey Boys Training School, uma facilidade para os jovens delinquentes, com idades entre 12 a 21, perto de Ann Arbor. Ele fornece tratamento ao agressor sexual, de acordo com o estado do Departamento de Serviços Humanos.

Macon permaneceu sob custódia temporária do tribunal em maio de 1996.

Em outubro de 1997, ele completou um programa de tratamento ao agressor sexual. Registros judiciais mostram que os assistentes sociais acreditavam que a probabilidade de ele cometer outro crime sexual fosse "muito pequena".

Julgamento de Macon.

Sem comentários: