quinta-feira, 26 de julho de 2012

Joseph Mengele : MONSTRO que se refugiou no Brasil !!!!


Tenho especial afeto pelas vítimas da segunda guerra, já li, assisti, estudei muito sobre essa guerra e ainda me é tão inacreditável, parece até mentira, se eu expuser muito a minha opinião, perdoem-me. É que não pude conter a raiva que tenho desse monstro.

As crianças gostavam dele, ele trazia-lhes doces e até mesmo lhes dava carona para o lugar onde elas seriam exterminadas.

 Josef Mengele (Günzburg, 16 de março de 1911 — Bertioga, 7 de fevereiro de 1979) foi um médico alemão que se tornou conhecido por ter atuado durante o regime nazista. O apelido de Mengele era Beppo, mas ele era conhecido como Todesengel, "O Anjo da Morte", no campo de concentração.
Mengele foi oficial médico chefe da principal enfermaria do campo de Birkenau, que era parte do complexo Auschwitz-Birkenau. No entanto, não foi o oficial médico chefe de Auschwitz; acima na hierarquia encontravam-se os médicos Eduard Wirths e Hilario Hubrichzeinen . No fim da Segunda Guerra Josef Mengele fugiu da Alemanha passando por alguns países, incluindo o Brasil, onde morreu.
Um líder na visão biomédica nazista, ele teve sucesso em experiências com anomalias genéticas. Até mesmo superando Hitler nas maldades, depende do ponto de vista, talvez porque Mengele chegou a encarnar o arquétipo do mal absoluto, sendo que ele tão flagrantemente violou seu juramento profissional de honrar e preservar a vida.

Mengele chegou a Auschwitz em 30 de maio de 1943. Ele tinha 32 anos, de uma família católica, tinha sido entusiasta do nazismo. Na escola, sua especialidade era a antropologia física e genética, e ele foi totalmente comprometido a trazer a ciência até o serviço da empresa nazista. Na verdade, ele especificamente pediu para ser enviado para Auschwitz por causa das oportunidades como um lugar como esse poderia oferecer para a sua pesquisa.

Responsável pelas "seleções" do processo, ele aparecia para os prisioneiros vestido de forma muito elegante, e decidiria num relance o destino de cada pessoa. Se alguém começasse a dar problemas quanto a separar-se de um parente, ele poderia bater ou atirar em ambos. Ele parecia não ter consciência, e enviava pessoas com qualquer imperfeição (incluindo a altura imperfeita) direito à câmara de gás. No entanto, ele mantinha os gêmeos, quantos ele pudesse encontrar. Eles eram destinados aos seus laboratórios.




As experiências de Mengele
Em suas experiências com seres humanos em Auschwitz, ele injetou tinta azul em olhos de crianças, uniu as veias de gêmeos, deixou pessoas em tanques de água gelada para testar suas resistências, amputou membros de prisioneiros e coletou milhares de órgãos em seu laboratório. Chegou a costurar gatos na barriga de mulheres grávidas, após remover o feto.

Mengele gostava de sua posição de poder e estava completamente em casa com suas tarefas. Defender o ideal nazista de purificação racial era a sua motivação. No entanto, não se sabia bem o que esperar. Mesmo quando ele separou famílias e matou com impunidade, ele podia assumir o papel de médico preocupado e caprichosamente permitir que algumas pessoas vivessem. O poder da vida e da morte nele residia.
Em seu desejo de melhorar a eficiência do campo como uma máquina de matar, ele ensinou outros médicos como dar injeções de fenol para uma longa fila de prisioneiros e rapidamente terminar suas vidas. Ele também filmou as pessoas, e atirou bebes vivos no crematório. Ao longo de tudo isso, ele manteve uma atitude, individual e eficiente e via a si mesmo como um cientista estritamente.

A grande paixão de Mengele foi sua pesquisa sobre gêmeos. Eles foram pesados, medidos, e comparados em todos os sentidos. O sangue foi retirado sem parar e eles foram questionados sobre suas histórias de família. Alguns ele mataria para exames patológicos, dissecando um pouco e mantendo algumas partes preservadas. Outros ele operava sem anestesia, removendo membros ou órgãos sexuais. Ele até fez algumas operações de mudança de sexo. Se um gêmeo morresse durante estes experimentos, o outro não tinha mais uso, por isso ele ou ela era simplesmente gaseado.

A partir de 1943, os gêmeos eram selecionados e colocados em barracões especiais. Quando na rampa de seleção localizava gêmeos, os irmãos eram colocados num recinto especial e eram tratados melhor que os restantes internos. Praticamente todas as experiências de Mengele careciam de valor científico, mas foram financiadas pelo governo nazista. Incluíam, por exemplo, tentativas de mudar a cor dos olhos para azul mediante injeções de substâncias químicas nos olhos de crianças, o que causava imensa dor e até mesmo cegueira; amputações diversas e outras cirurgias brutais e, também estudava anões, pelo menos numa ocasião, uma tentativa de criar siameses artificialmente mediante a união de veias de irmãos gêmeos (a operação foi um fracasso e o único resultado foi que as mãos dos pacientes se infectaram gravemente). As pessoas objeto de experiências de Mengele, no caso de sobreviverem, foram quase todas assassinadas depois para dissecação. Aqueles que trabalharam com ele o achavam cientificamente irresponsável. 

Lá vou eu com expressão pessoal: Eu o mataria sem pensar duas vezes, se tivesse a chance.




Mengele fez numa ocasião carregar um vagão de trem com caixões que os prisioneiros notaram "demasiado pesados para o seu volume". Os caixões iam com destino a Günzburg e alguns prisioneiros deduziram corretamente que continham lingotes de ouro, provenientes das extrações dentárias das vítimas do campo. Este foi um dos primeiros indícios de que Mengele tinha pressentido o fim da Alemanha Nazista.


A evasão:

Em 26 de Novembro de 1944, Richard Baer, comandante de Auschwitz, recebeu uma estranha ordem para desmantelar a instalação, decaindo o ritmo de extermínio do campo. A ordem provinha diretamente de Adolf Hitler, e a muitos causou surpresa a situação.

Apenas 23 dias antes Mengele tinha estado na seleção de prisioneiros para enviar às câmaras de gás. Para ele a ordem não causou estranheza, pois estava convencido que a Alemanha Nazi perderia a guerra.
Mengele abandonou de forma encoberta o campo em 17 de Janeiro de 1945, e 10 dias depois o Exército Vermelho chegou ao campo e libertou os poucos sobreviventes.
Josef Mengele abandonou Auschwitz e foi para o antigo campo de concentração de Gross-Rosen. Em Agosto de 1944 este campo fora encerrado. Em Abril de 1945 fugiu para o oeste disfarçado como membro da infantaria regular alemã, com identidade falsa, mas foi capturado.
Como prisioneiro de guerra, cumpriu pena de prisão perto de Nuremberg. Foi libertado depois, quando se desconhecia a sua identidade. Durante os julgamentos de Nuremberg não se mencionou Josef Mengele como genocida. (Recomendo o filme: O Julgamento de Nuremberg)
Sabe-se que fugiu para a Argentina, provavelmente ainda na década de 1940.

Todavia, com a captura de Adolf Eichmann por agentes do Mossad, em Buenos Aires, Mengele decidiu fugir da Argentina e se escondeu no Paraguai para depois passar para o Brasil, onde teria vivido em Mamborê, Estado do Paraná. Lá, exercera ilegalmente a medicina, recebendo pacientes e prescrevendo medicamentos, sempre com identidade falsa. A Polícia Civil recebera a notícia do exercício ilegal da profissão, e por conta da investigação, Mengele fugiu antes da ação penal ter sido ajuizada. Prescrito esse crime, o delegado de polícia requereu o arquivamento do inquérito policial, e o Poder Judiciário assim declarou, já nos anos 80.

Ato contínuo à fuga de Mamborê, Mengele continuou seu périplo pelo Brasil, tendo residido clandestinamente em diversas localidades: Serra Negra, Assis, Marília, Nova Europa, Mogi das Cruzes e Bertioga, no estado de São Paulo, até a sua morte.
Inacreditavelmente, nem a Mossad nem o Centro Simon Wiesenthal conseguiram localizá-lo apesar de o seu filho Rolf o ter visitado duas vezes e com ele trocar correspondência.

(Recomendo o filme: Rua Alguém, 5555) segue o link para quem quiser assistir DUBLADO: http://tvi.com.br/player-filme?idfilme=66&idioma=0&fatia=1 postarei o trailer em inglês no final da postagem, juntamente com outros videos.

Sabe-se hoje que no Brasil viveu num sítio em Caieiras de propriedade de um casal de austríacos, Wolfram e Liselotte Bossert, sob o nome falso de Pedro Gerhard. Quando lhe perguntavam o passado, afirmava que como oficial alemão se limitava a selecionar as pessoas aptas para o trabalho e que nunca matara ninguém.
Em 1979, o seu estado de saúde estava em franca deterioração e a família austríaca que o assistia convidou-o a refrescar-se numa praia calma em Bertioga, no litoral paulista, Mengele aceitou. Quando alguns membros se introduziram na água, Mengele seguiu-os até alcançar uma distância de 100 m, mais a escassa profundidade. Então, por motivos confusos e nunca esclarecidos, afogou-se, apesar de um dos amigos que o acompanhava ter imediatamente dado auxílio (supôs-de cãibras, ataque cardíaco, etc., ou mesmo suicídio).

A versão oficial é que se feriu, talvez acidentalmente, com um pedaço de madeira quando nadava em Bertioga, e isso provocou a sua morte por afogamento. Causa estranheza o fato de que Mengele não sabia nadar. Os seus ossos foram exumados em 1985, no cemitério de Rosário, na cidade de Embu das Artes, na grande São Paulo. A perícia, conduzida por especialistas do IML e da FOUSP, determinou que a ossada era do médico nazista: um defeito que tinha nos dentes superiores anteriores foi comprovado, além de coincidir em idade e estatura. Em 1992, uma análise de ADN confirmou finalmente a sua identidade. Mengele nunca foi punido pelas suas atitudes, falecendo praticamente sozinho no litoral paulista.
Ele morreu em 1979 e seus restos mortais foram identificados por uma equipe de antropólogos forenses. Mesmo assim, seu mal ainda vive nas ficções e fantasias de um médico cruel que matou sem consciência e foi responsável pela destruição de milhares de pessoas inocentes.



Mengele na ficção

A divulgação das atrocidades de Mengele levou à criação de um mito popular em volta da sua figura semi-lendária. Várias representações ficcionais de Mengele surgiram desde a Segunda Guerra Mundial.
Uma famosa versão literária ficcional de Mengele foi criada por Ira Levin, em seu livro Os meninos do Brasil (The Boys from Brazil), em que o médico consegue clonar Adolf Hitler. Em 1978, foi lançado o filme baseado no livro com Gregory Peck como Mengele.

Também tem um filme baseado nesse livro, eu assisti e gostei, não é lá dos melhores, mas gostei.
Mengele foi base para uma série de médicos nazistas imaginários. Entre eles o Dr. Khristian Szell (Laurence Olivier) do filme Maratona da morte (Marathon Man, 1976), também um livro de William Goldman. Há vários personagens baseados em Mengele nos quadrinhos e obras populares infanto-juvenis, e é a provável inspiração para o Doctor Schabbs, personagem do jogo de computador Wolfenstein 3D, um cientista louco que criava zumbis.

Mais recentemente serviu como base à personagem Dieter Vogel (interpretada pelo Dinamarquês Jesper Christensen) no filme A Dívida(2010) de John Madden. Neste filme a personagem tem um fim muito semelhante à de muitos lideres nazis (Como, por exemplo, Adolf Eichmann), tendo sido capturado por uma força especial da Mossad, com o intuito de o julgar em Israel, mas diferente do fim de Mengele.
Foi tema da música "Angel of Death" da banda de Thrash Metal Slayer lançada no Cd Reign in Blood em 1986. Mais recentemente, foi tema da música "Carbonized" da banda de Death Metal Impiety lançada em 2004 no Cd Paramount Evil e também da banda brasileira Dorsal Atlântica com a faixa "Joseph Mengele".
Algumas de suas experiências envolvendo judeus anões, foram tema do espetáculo de teatro A-5087, de Ronaldo Ventura.
Existem vários filmes baseados na segunda guerra onde “ele” geralmente é mencionado ou aparece.

Trailer do filme : Rua Alguém, 5555

Documentário completo 

                                     



Documentário em inglês, sem legenda


Linha Direta:






há muitos videos sobre ele, é só procurar.


Grata pelas visualizações, passem bem queridos leitores.


33 comentários:

Liliane Rute A. R. disse...

Poste mais casos! Please!!!!

Jonas Kleewein disse...

Olá! Sugiro rever suas pesquisas sobre Josef Rudolf Menguele.
A verdade é outra, ele era médico e não um idiota que pudesse fazer experiências com tinta nos olhos.

Toda essa história foi tirada de um livro publicado em 1946 por 2 judeus poloneses que relatam fatos imaginários como as aventuras do Barão de Münchhausen.
Até os dias de hoje nenhuma prova concreta foi encontrada sobre essas ações de Menguele.

Conheci dezenas de pessoas que participaram e vivenciaram a segunda guerra, entre essas pessoas meus familiares que foram prisioneiros em Auschwitz, oficiais Nazi e judeus. E todos afirmam que a verdade não é o que consta nas enciclopédias.
O intuito de minha mensagem é somente orientar para que conheça a verdade.
Att. Max.

Anónimo disse...

Jonas, há muitas pessoas que relatam estas histórias, principalmente alguns que sobreviveram às experiências dele, por que vc tá se doendo? por acaso é a favor do nazismo???

Macabéa disse...

kkkkk eu tive q rir do comentário do Jonas.

Gente, desculpe, mas há muitas provas de tudo isso que está escrito nesse post, há muito mais maldades para se contar, mas acho q pra isso existem MUITOS documentários. Procurem assisti-los.

Espero q vc não seja a favor do Nazismo Jonas.

Eu gostaria de acreditar que há um inferno só pra poder ter a satisfação de imaginar os Nazistas queimando eternamente.

Calina Cevidanes disse...

ESSE CASO É MUITO POUCO CONHECIDO MAS É CHOCANTE, DEVERIA ESTAR NESSE BLOG

http://pt.wikipedia.org/wiki/Man%C3%ADacos_de_Dnepropetrovsk

Calina Cevidanes disse...

AQUI ESTA MAIS UMA MATERIA COM O FAMOSO VIDEO! http://www.sequelanet.com.br/2010/10/maniacos-de-dnepropetrovsk-3-guys-1.html

Viper disse...

Jonas, você está correto!
Menguele foi um gênio que revolucionou a medicina. A história é sempre contada pelos vencedores. Fora os vários contraditórios por partes dos judeus.

Como tem vários documentários sobre as façanhas dos nazistas, um em especial no History, não lembro o nome, mas é sobre os avanços tecnológicos em várias áreas. Mostrando o gigantesco avanço na medicina, ciência, tecnologia e entre outros. Todos os avanços que temos hoje é graças aos Nazistas. Isso é fato!

Macabéa disse...

Liberei o comentário da Calina Cevidanes, mas já aviso q o link com o video é um dos mais fortes q já vi até hoje!!!!

Quase vomitei, não é uma imagem q sairá fácil da mente. MUITO FORTE MESMO.

Mas em breve postarei esse caso. Eu não conhecia.

obrigada Calina Cevidanes.

E quanto aos avanços na medicina durante a guerra de Hitler, eu concordo que muitas coisas foram descobertas sim. Mas muitos procedimentos realizados pelos "médicos" nazistas eram desnecessariamente cruéis.

Anónimo disse...

Que blog incrível!
Uma compilação ótima de histórias, estudo psicologia e me interesso muito pela área forense e criminalística e o seu blog é interessantíssimo.
Por favor coloque mais casos se possível, atualize mais vezes, vi que a última postagem foi a alguns meses.
Esse conteúdo é de fato utilidade pública e há poucos sites em português que lidem de forma tão aberta como aqui.
Está de parabéns!

Anónimo disse...

Quer por favor apenas colocar os fatos históricos, e não a sua opinião, ninguém quer saber!

Macabéa disse...

Obrigada ao leitor q elogiou o blog ^^ fico feliz, me perdoe, estou meio sem tempo de postar, mas logo logo voltarei a postar.

Já ao leitor que disse que ninguém quer minha opinião, rs me desculpe, mas o blog é MEU e eu opino o quanto eu quiser. Assim como vcs todos podem opinar aqui nos comentários.

Grata.

Ivan Câmara disse...

por acaso vc n teria algum vídeo filmado por ele (mengele)? de preferência mostrando os 'feitos' dele...

Macabéa disse...

Infelizmente não, mas se vc encontrar, por favor me mande o link aqui. Abraço.

Anónimo disse...

engraçado o fato de uma observação contrária e você já é taxado de nazista, como aconteceu com o Jonas e acontecerá comigo. gente estúpida.

Anónimo disse...

Quem não quiser opiniões que procure o wikipedia, simples! Aqui é um blog, e defendo a blogueira porque de as opiniões dela são bastante relevantes e interessantes e pra uma pessoa que tem o trabalho de traduzir, juntar conteúdo, montar textos e fazer de graça, ter sua opinião respeita é o mínimo que ela merece. Acho que não é pedir demais né?

Quem defende nazista é o que? Não deveria ser chamado de estúpido mesmo porque estúpido seria elogio pra tamanha falta de noção.

Tanta tolerância com um nazista e tanta intolerância com quem oferece um verdadeiro trabalho sem nos cobrar nada.

Espero que esses exemplos de ingratidão não venham a desmotivas a blogueira porque seria uma perda e tanto e por causa de coisas bobas assim. Só comentei sobre isso porque vi mais de um comentário, sendo outros em postagens distintas, de reclamações do tipo e não vejo sentido nenhum.

Cresçam um pouco e valorizem o que lhes é oferecido, inclusive o botão de X no navegador pra quem não gostar use-o e não precisa se incomodar mais.

Macabéa disse...

Obrigada, fiquei emocionada aqui. Que bom que tem gente que dá valor no meu trabalho. ^^

Esse tipo de comentário me mantém motivada.

Obrigada mesmo.

Abraço.

camila disse...

impressionante como há ,ainda, quem defenda o indefensável, a maior parte das atrocidades cometidas nos campos de extermínio foram documentadas pelos próprios oficiais da SS,com a derrota da Alemanha,esses registros caíram nas mãos dos Aliados,mais tarde, o testemunho dos prisioneiros sobreviventes, mas claro, os idiotas são obstinados, para eles o holocausto foi inventado pelos judeus,se não basta o testemunho destes, pergunte aos ciganos, homossexuais, dissidentes políticos e testemunhas de jeová ,igualmente perseguidos.

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=C2CATMIKfek&list=UUr_SeyELS6AaqmvnT7j3syg

Josi Baum disse...

Caramba, estou chocada. Já conhecia um pouco da história desse monstro, mas não sabia que ela era tão ruim assim. Ele residiu na minha cidade na década de 40 e fez vítimas aqui. Esse cara deveria ter sido morto de uma das formas como ele matava suas vítimas. Da forma mais cruel mesmo. É o que merecia. Que horror!

EVERSON disse...

Nao entendo como existe gente que ainda acredita num monstro que matava crianças...costurava gatos em mulheres gravidas...

Nessa disse...

gente que usa a ciência para justificar estes atos insanos e crueis, ja que acham que foi necessário o uso de pessoas inocentes como cobaias para que este monstro brincasse de açougue, façan um favor:que tal vcs ser oferecerem para esperimentos cientificos sem anestesia? Bando de insanos. É revoltante ver que mesmo no dia de hoje ainda tem gente com a mentalidade cruel , bando de baba ovo paga pau de nazistas . Parabens pelo blog!

Anónimo disse...

ESSE JONAS NÃO SABE O QUE ESTA FALANDO SO PODE SE A FAVOR DO NAZISMO CARA IDIOTA

Viper disse...

Se a nossa medicina é avançada nos dias de hoje, agradeçam aos Nazistas. Pois se hoje existem curas com uma simples cirurgia, é por causa desse gênio ai que vocês alienados chamam de mostro.
Se vocês não gostaram, façam o seguinte... Se vocês ou algum de seus parentes precisarem de um tratamento complexo, não se tratem e apenas esperem piorar até morrer ou ficar inválido para o resto da vida. Simples!

FALA Brasil disse...

Esse cara quando esteve no Brasil deve ter montado a grade do curso superior de medicina veterinária, pois o que fazem com os animais em muitas faculdades e universidade é compatível com sua linha de pensamento.

Geo disse...

O livro QB VII de Leon Uris trata do julgamento de um médico chamado Adam Kelno, acusado de praticar torturas contra os prisioneiros. Penso que o personagem deve ter sido inspirado em Josef Mengele. Eu tive a estranha experiência de conhecer, e ser mimada, por um carrasco nazista. Quando criança, meus pais, meu irmão e eu viajamos para Itatiaia (RJ), e nos hospedamos no Hotel Till, que pertencia a Gustav Wagner. Só alguns anos depois é que descobrimos quem ele era, ao ver no noticiário a matéria sobre sua captura.

Anónimo disse...

Pura cascata !! E os EUA ?? De nada sabiam a respeito das pesquisas médicas ??? Se é que não havia médicos dos EUA por lá .... Me referindo a Máfia dos laboratórios de pesquisas e de medicamentos.

Flay u_u disse...

Estou apaixonada pelo seu Blog!

Tenho minhas opiniões sobre muitos destes casos, mas por enquanto, estou os conhecendo ainda através de seus post.

Parabéns pelo Blog e tema escolhido *---*

Anónimo disse...

Experimentos ilegais em humanos no Brasil

Tecnologia capaz de gravar imagens de pensamentos, sonhos e memórias e tortura psicotronica

Venho através deste registrar o pedido de busca e prisão de uma quadrilha como solução para elucidar um crime hediondo que está acontecendo nos vários estados do Brasil chamada de tortura através de uma Arma Neuroeletronica a tecnologia segue as especificações da patente 3951134 registrado no EUA como aparelho de rastreamento e monitoramento remoto de pessoas e utiliza antenas de telefonia móvel e satélite. A arma é perigosa através dela é possível inserir sons, imagens e outros barulhos na cabeça do alvo com auxílio de ondas acústicas, vibracionais, ,sonoras de rádio frequência eletromagnética com o uso de implante ou assinatura cerebral. Os elementos que compõem o bando que estão ignorando às leis são formados por quadrilhas inteiras que estão usurpando estes corpos. Os criminosos adentram o cérebro humano 24 hs a conexão pode vir de várias pessoas ao mesmo tempo, leitura do córtex visual através da interface cérebro computador. O crime organizado utiliza essa tecnologia no tráfico de drogas e a gente, para fraudar concursos públicos e vestibular ou simplesmente para torturar pessoas. Esse mecanismo de tortura moderna e eliminação dos direitos humanos e da privacidade individual visa debilitar o alvo desse assédio. Saibam mais no Google sites controle mental, v2k tecnologia, voz intracraniana, telepatia sintética, Icaat org neuro revolução, mk ultra Brasil, tortura psicotronica, gang stalking, target individual. Já existem inúmeras vítimas no nosso país isto está acontecendo no mundo todo. Pessoa alguma está isenta de ser conectado e se tornar uma vítima. Armas Neuroeletronicas já estão sendo usadas contra cidadãos brasileiros. O maior crime do mundo a invasão de um corpo humano, brainnet a escravidão do século XXI.

Anónimo disse...

Depois da segunda guerra mundial os EUA importaram esses maníacos homicidas através da Operação Paperclip e criaram o projeto Mk Ultra da Cia de experimentos ilegais em humanos. Já é possível ler os pensamentos e inserir vozes e imagens no cérebro ser humano de um lugar remoto utilizando antenas de telefonia móvel e satélite. O crime organizado está usando essa tecnologia para torturar cidadãos inocentes.

Suzette Morais disse...

Claro que se fizeram grandes avanços na medicina devido a essas experiências. Mas, os fins não podem justificar os meios. O homem era um louco criminoso.

Nice Arte Couro disse...

Acabei de ver o filme feito na Alemanha, titulo em portugues(Labirinto de mentiras) >>Titulo original em alemão(Im Labyrinth des Schweigens) E que conta um pouco sobre o monstro Mengele. Ao qual eu acabei chegando a este blog atraves de uma pesquisa que fiz pelo Google, para saber mais sobre este monstro demonio... Enfim, se alguem se interessar... um bom filme... Obrigada a criadora do blog, parabens voce e incrivel, tem meu respeito e admiração. Voce tirou muitas duvidas que eu tinha sobre o caso... Muito bom saber que existe este blog! abraços a todos!

Anónimo disse...

Holocausto Moderno

Os cérebros dos brasileiros estão sendo conectados à satélites para fins de tortura e assassinato e o governo continua ignorando os fatos. Essa tecnologia por satélite é controlada por quadrilhas regionais que estão usurpando os corpos das vítimas para experimentação dessa tecnologia e sadismo dos integrantes do bando. A voz direcionada para o crânio da vítima chama se V2K e é audível através de microondas de rádio frequência. É um sistema criminoso e as armas não são comuns e refere se a um software utilizado simplesmente após a escuta dos pensamentos de uma vítima, através de um método de rádio frequência MHz. A leitura física remota da mente humana é uma grave violação dos direitos humanos as vítimas são escolhidas aleatoriamente ainda crianças e são atormentadas e torturadas durante toda a sua vida sem terem o direito de defesa. Esse abuso tortura eletrônica, monitoramento por satélite e perseguição organizada é um crime bárbaro contra a humanidade e as vítimas precisam de ajuda humanitária e jurídica urgentemente. https : / / sites.google.com / site / controlemental / home / voz - intracraniana.

Anónimo disse...

Macabéa - Em sua opinião, esse partido nazista, era de direita ou esquerda?

(Jair)