segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

H. H. Holmes - Herman Mudget


Herman Webster Mudgett

(16 de maio de 1860 — 7 de maio de 1896), mais conhecido como Dr. Henry Howard Holmes foi um serial killer norte-americano. Holmes abriu um hotel em Chicago para a Feira Mundial de 1893. Apesar de ter confessado a morte de 27 pessoas, das quais nove foram confirmadas, a sua verdadeira contagem de cadáveres atinge um número bem maior.



O caso foi notório em sua época, e recebeu publicidade através de uma série de artigos do jornal William Randolph Hearst. Interessado nos crimes de Holmes, que foi revivido em 2003 por Erik Larson em The Devil in the White City, um best-seller de não-ficção, que conta a história da Feira Anual e de Holmes.



Em 2004, o cineasta John Borowski realizou o primeiro documentário a filmar a vida inteira do médico torturador, intitulado H. H. Holmes: America's First Serial Killer (H. H. Holmes: O Primeiro Assassino em Série da América) e um livro intitulado The Strange Case of Dr. H.H. Holmes (O Estranho Caso do Dr. H.H. Holmes), que contém a própria versão de Holmes, assim como outros materiais que datam da época do caso.



Holmes, morbidamente, mantinha no porão de seu hotel um calabouço da morte, em que atraía as suas vítimas, anestesiando-as logo em seguida. Depois de abusar sexualmente de suas vítimas mulheres, matava-as, retirando a carne dos ossos e vendendo-os às faculdades de medicina.

A série de Tv Supernatural, da Warner, no episódio #2.06 No Exit, contou o caso de um espírito maligno que sequestra jovens loiras. Juntos, Dean Winchester (Jensen Ackles), Sam Winchester (Jared Padalecki) e Joanna Harvelle (Alona Tal) investigam o caso e descobrem que o espírito é de H. H. Holmes. Jo, por ser loira, acaba sendo sequestrada. Foi um dos poucos episódios em que o espírito não é eliminado no final.

O conteúdo abaixo foi retirado do livro "501 crimes mais notórios".

"Ele roubava cadáveres, fazia seguros para eles, depois os desfigurava e recebia o valor do seguro".

Nascido em Gilmanton, New Hampshire, em 16 de maio de 1860, como Herman Webster Mudgett, o homem que se tornou conhecido como dr. Henry Howard Holmes era um assassino em série com um número incerto de vítimas, entre 27 e 100. Em Alton, New Hampshire, em 8 de julho de 1878, ele se casou com Clara A Lovering. Era bígamo, pois em 28 de janeiro de 1887 se casou também com Myrta Z. Belknap, com quem teve uma filha, Lucy. Três anos antes ele havia se formado na Escola de Medicina da Universidade de Michigan, onde roubava corpos, fazia seguros para eles, depois os desfigurava e recebia o seguro. Também era falsário, ladrão de cavalos, golpista e trabalhava como farmacêutico em Chicago, seu negócio "legítimo". Holmes conseguiu um emprego na botica do dr. E.S. Holton, na esquina da 63th Street com a Avenida Wallace, em Engrewood, Chicago.O dr. Holton morreu de câncer logo depois e Holmes assassinou sua viúva.

Do outro lado da rua, com o dinheiro que ele havia conseguido levantar com vários golpes, Holmes construiu um grande castelo em 1892, um ano antes de a cidade receber a World's Fair (Feira do Mundo).


O castelo de Holmes







O piso térreo era composto por lojas e o primeiro e segundo andares tinham cem quartos sem janela. Holmes encheu os quartos com amantes, clientes e possíveis vítimas, muitas delas com seguro de vida do qual ele seria o único beneficiário. Alguns dos quartos eram equipados com canos de gás, e Holmes podia envenenar o ocupante quando quisesse - e ele os envenenava frequentemente. Gostava de ouvir os gritos dos que estavam morrendo.

Em 9 de janeiro de 1894 ele se casou com a terceira esposa, Georgina Yoke. Os corpos de algumas vítimas foram vendidos para escolas de medicina. Outros foram cremados em dois fornos gigantes no porão, enquanto muitos eram jogados em tanques de ácido. Holmes também realizou centenas de abortos ilegais, às vezes com resultado fatal. Depois da World's Fair, Holmes se mudou para Forth Worth, Texas e depois para outros estados e para o Canadá. Ele foi preso em Boston em 17 de novembro de 1894, quando a polícia descobriu seu envolvimento em um golpe de seguro de vida.

O número exato de vítimas é desconhecido, mas a polícia acreditava que ele havia matado 27 pessoas. Em 7 de maio de 1896, Holmes foi enforcado na prisão Philadelphia County. O carrasco não fez seu trabalho direito e Holmes levou quinze minutos para morrer. Ele pediu para ser enterrado em cimento, de forma que seu corpo não pudesse ser dissecado.

Curiosidade: Um incêndio misterioso destruiu o castelo de Holmes em 19 de agosto de 1895. O local agora é uma agência de correios.



Mais fotos.


Fontes: Wikipedia, murderpedia e livro "501 Crimes mais notórios"

H.H. Holmes: America's First Serial Killer Trailer



2 comentários:

Anne disse...

Leonardo DiCaprio estará em um filme sobre H. H. Holmes, um dos primeiros serial killers americanos, que matou dezenas de pessoas no final do século XIX. O filme poderá se chamar “The Devil in the White City”.

Vamos aguardar \o/

Unknown disse...

Na serie American Horror Story: Hotel, tem um personagem baseado nele.